Direito real de habitação assegura moradia vitalícia ao cônjuge ou companheiro sobrevivente